Como elaborar um currículo que impressione o empregador

Como elaborar um currículo que impressione o empregadorElaborar um currículo é uma etapa importante no processo de busca de um emprego. O currículo é normalmente o primeiro contato que o empregador tem com o futuro empregado e, portanto, é importante dedicar algum tempo para elaborar um bom documento que impressione o seu futuro patrão. Muitas pessoas tentam ser sucintas e acabam não colocando informações suficientes, o que deixa o empregador inseguro até mesmo para recrutar o candidato a uma entrevista. Em contrapartida, algumas pessoas exageram nesse quesito e elaboram currículos demasiadamente longos e cansativos, que também não atraem o empregador. Pensando nisso, elaboramos algumas dicas que te ajudarão a escrever um bom currículo, com o foco especial para drogarias e empresas farmacêuticas.

1. Seja sucinto e preciso nas informações

Um bom currículo não deve ter mais de 2 páginas. Coloque as informações de maneira precisa e clara. Muitas vezes, escrever em tópicos facilita a economizar espaço. Lembre-se sempre que o empregador é muito ocupado e não terá muito tempo para ler o seu currículo, portanto a informação deve estar sumarizada de maneira direta e pontual.

2. Coloque informações de contato

Informações como nome, sexo, idade, endereço e telefone são importantes caso o empregador queira entrar em contato posteriormente para agendar uma entrevista. Um ponto importante é o e-mail. Evite colocar endereço de e-mail com nomes no diminutivo ou apelidos. Isso causa má impressão no empregador.

3. Informe sua formação acadêmica

Muitas vagas procuram pessoas com determinada formação acadêmica. Drogarias e empresas farmacêuticas, por exemplo, têm vagas específicas para pessoas formadas em farmácia ou outras áreas da saúde. Informe de maneira clara sua formação acadêmica, ano de início e término (ou se ainda continua estudando), local onde realizou os estudos e formação complementar.

4. Qual o seu objetivo e motivação por determinada vaga

Esse é um diferencial em muitos currículos. Escrever claramente qual o seu objetivo e motivação por determinada vaga facilita o trabalho do recrutador que lerá o seu currículo. Esse tópico não deve ser extenso e o objetivo deve ser escrito de maneira direta e sucinta.

5. Indique a vaga que procura

Em alguns casos, a vaga não está definida no anúncio de emprego. Nesse caso, o candidato deverá falar qual tipo de vaga almeja e quais as qualificações para tal posição.

6. Escreva suas qualificações e experiências profissionais anteriores

Esse é um tópico importante na elaboração de um currículo. Mostre para o candidato o que você fez profissionalmente e quais suas experiências. Se você almeja uma vaga de farmacêutico em uma drogaria, escreva em quais drogarias já atuou, por quanto tempo (início e término do contrato), e qual sua especialidade (gerência, vendas, contabilidade, etc). Candidatos que procuram o primeiro emprego podem citar eventuais trabalhos voluntários ou em centros acadêmicos da universidade. Nesse campo o candidato deverá chamar a atenção do recrutador para suas qualidades.

7. Cursos complementares e idiomas

Nesta parte o candidato deverá listar os cursos complementares à sua formação e que irão auxiliar no desempenho de determinada vaga. Atenção: seja sucinto e liste apenas cursos complementares. Quanto ao idioma, seja honesto e indique o seu real conhecimento do idioma, uma vez que o recrutador poderá testar suas habilidades em outra língua durante a entrevista. Uma boa dica é categorizar sua fluência em básico, intermediário, avançado e fluente. Outro tópico importante diz respeito aos conhecimentos de informática. Liste quais pacotes e programas operacionais você usa e qual o seu nível de conhecimento.

8. Informações complementares

Liste informações relevantes para a vaga, como intercâmbios no exterior, trabalhos voluntários, etc. Mas atenção, escreva apenas o que for importante para a posição.

9. Cuidado com a apresentação do currículo

Erros de português são inaceitáveis e causam péssima impressão no empregador. O candidato também deve tomar cuidado na escolha da fonte e tamanho. Escolha uma tradicional (como Arial ou Times New Roman), com tamanho de fonte 10 e cor preta.

O que não escrever no currículo

Tão importante quanto saber o que escrever no currículo é também saber o que evitar para não causar má impressão. Aqui vão algumas dicas:

- Foto: inclua apenas se for claramente requisitado na vaga.

- Evite o envio de documentos pessoais como RG, CPF, Carteira de Trabalho, etc.

- Salário almejado. Essa informação deve ser discutida na entrevista, com o empregador.

- Evite usar frases escritas na primeira pessoa, por exemplo: “eu desenvolvi um projeto”.

- Não inclua informações negativas nem suas nem das suas empresas anteriores.

- Não é necessário incluir nomes de cônjuges, filhos, namorados, ou parentes.

- Evite colocar os motivos de saída do seu emprego anterior. Isso deve ser discutido com o empregador no momento da entrevista.

- Evite colocar dados pessoais. Lembre-se: um currículo deve contem informações relevantes para a vaga.

- Data e assinatura. 

- Não coloque título no documento, como “curriculum vitae” ou “currículo”.

Currículo para drogarias e empresas farmacêuticas

Os currículos para drogarias e empresas farmacêuticas não se diferenciam muito do modelo padrão para currículos. Portanto, as dicas acima valem para esse tipo de empego. Uma dica final: leia bem quais os objetivos da vaga e que tipo de candidato a empresa procura.

11 de Fevereiro de 2015. Texto escrito por Matheus Malta de Sá (farmacêutico).